Pix – pagamento instantâneo

O que significa dizer que pix é um pagamento instantâneo? Significa que você pode pagar ou receber 24 horas por dia 7 dias por semana.

Essa forma de pagamento apresenta uma grande inovação. O pagamento instantâneo tem objetivo de incluir os brasileiros no sistema financeiro, na atualidade muitas pessoas não têm conta corrente e isso representa uma exclusão de crédito.

Para que você entenda, PIX é uma marca única, criada pelo Banco Central, que nomeia o sistema de pagamento para incluir as pessoas, facilita as transações e tem um custo menor. 

De acordo com João Manoel Pinho de Mello (diretor do DIORF) “o pagamento instantâneo […] pertence a dois pilares: um pilar inclusão e o pilar competitividade” (fevereiro de 2020 – clique aqui para saber mais).

As maiores dúvidas que aparecem sobre o PIX (pagamento instantâneo) são do uso do sistema. Podemos falar em algumas dúvidas…

Será que preciso cadastrar essa chave em todas as minhas contas? Tenho um prazo? O sistema de boletos e depósito em conta ou máquina de cartão de crédito vai acabar?.

É exatamente isso que falaremos daqui para a frente.

PIX é o novo pagamento instantâneo

O pagamento instantâneo PIX é uma ferramenta criada pelo Banco Central do Brasil que entra em vigor em novembro de 2020 Os pagamentos podem ser realizados entre pessoas físicas, entre pessoas e negócios, entre relações. A vantagem é que a disponibilidade dos valores é imediata.

Apesar da facilidade de receber e pagar, há toda a criação de um sistema que fica entre o pagador e recebedor. 

É necessário um provedor de serviço de iniciação de pagamento. Uma instituição que presta um serviço de iniciar o pagamento, mas que não vai liquidar esse pagamento. 

O participante direto é uma instituição que o Banco Central autoriza a funcionar, é ela que faz o pagamento do titular da conta de pagamento instantâneo.. 

O Banco Central é o responsável por desenvolver e gerenciar a base única e centralizada de um endereçamento e infraestrutura única e centralizada para liquidação das transações. Assim, ao invés de termos muitos sistemas haverá um único sistema centralizado.

O participante indireto é aquele que fornece uma conta para o usuário, mas que não realiza a liquidação, ou seja, ele vai usar o serviço de outra empresa para pagamentos.

Você percebe, então, que mesmo sendo muito ágil o sistema é necessário que várias instituições participem desse sistema.. 

O Pix tem como forma de garantir a liquidez a SELIC e a STR. 

Desde o mês de setembro de 2020 estão sendo realizados investimentos enormes em comunicação para que os correntistas cadastrem sua chave junto àquele banco.. 

Essa é uma preocupação dos bancos, pois não será mais necessário manter contas em diversas instituições.

A entrada em vigor do sistema em novembro de 2020 vem precipitando um movimento que está acontecendo desde 2013.

Você que tem interesse nessas normas pode verificar aqui toda a regulamentação do Sistema de Pagamentos Brasileiro.

Como realizar uma transferência bancária pelo PIX?

Por meio da interface de programação de aplicações do PIX poderão ser realizadas transações financeiras.

Interface é um sistema que permite realizar uma tarefa. Por exemplo, a tesoura é uma interface que permite separar um papel ou tecido em dois pedaços. 

É necessário um cadastro para utilizar corretamente o sistema. Toda a vantagem da.chave pix ou do código reside na redução de custo que o sistema permite.

O cliente após a realização do cadastro poderá receber ou efetuar pagamentos, para fazer o pagamento há três formas diferentes:

  • com o uso de uma chave ou apelido de identificação (número do telefone celular, CPF, CNPJ, email)
  • uso de um QR Code (estático ou dinâmico)
  • com o uso de tecnologias de pagamento por aproximação, que já usamos em alguns cartões de crédito, por exemplo.

Viu? Bem simples. Repare que desde setembro você já pode realizar o cadastro.

Mas você que está me acompanhando poderia pensar se esse pagamento é aceito pelo direito. Claro que sim!

A regulamentação integral pode ser conhecida nas normativas legais e infralegais, o que dá total legalidade ao sistema. 

Quando começa a valer o PIX com pagamento instantâneo?

Essa novidade tem data para começar. Em novembro de 2020 já se inicia o pagamento instantâneo com o uso do PIX

O cidadão deve se preparar

A preparação do cidadão é simples. Poderá solicitar sua chave Pix de pagamento instantâneo. Por enquanto, somente isso: escolher um dos itens para você se cadastrar.

CPF

O cidadão pode escolher como identificação o número de seu Cadastro de Pessoa Física junto ao Ministério da Economia.

CNPJ

Cadastro Nacional de Pessoa jurídica pode ser o código para o Pix – pagamento instantâneo de uma empresa.

E-mail

Email é o correio eletrônico, que a pessoa utiliza para encaminhar mensagens a partir de um provedor.

Número do telefone celular

Cada vez mais as pessoas utilizam o celular aqui no país, e este número pode ser a chava para a criação de um PIX.

Outras tecnologias

Além dos anteriores, o usuário pode usar o sistema por meio de um QR Code (estático ou dinâmico) ou ainda por tecnologia por aproximação denominada NFC (near-field communication.

O PIX vai acabar com os boletos?

Não posso responder se o PIX vai acabar com seus boletos, mas a ideia de banco aberto irá mudar nossa vida.

A forma de pagar e receber, a forma de cobrar, bem como o modo de consumir crédito certamente será afetado.

A aceleração que estava acontecendo nos últimos anos, com a pandemia, aumentou.

Este é apenas um capítulo do sistema brasileiro de pagamentos. PIX poderá transformar o que muitas vezes se reclama sobre as altas taxas cobradas pelos bancos brasileiros.

Segundo o IBGE o brasieiro gasta cerca de 81,9% com despesas que são consideradas monetárias, ou seja, com o uso de cartão de débito, crédito, cheque ou dinheiro.

Esperamos que essa nova forma de pagamento possa reduzir os gastos das famílias, propiciando uma melhor qualidade de vida.

Quer saber mais sobre o PIX – pagamentos instantâneos? Vale a pena navegar nos materiais do Banco Central (clique aqui).

Existem muitas dúvidas que podem surgir desse novo pagamento: LGPD, privacidade, controle da vida dos pagadores e recebedores, valor desse pagamento, fiscalização pela Receita Federal, fim do dinheiro físico e outras consequências.

Depois de tudo o que falamos quero ouvir de você, já se cadastrou nesse sistema novo? Conte para mim aqui nos comentários ou no Canal Cidadania1000. Até breve! Forte abraço!

Participe da discussão

1 comentário

Deixe um comentário